Saltar os Menus

Notícias

21 de Junho de 2016

Press release: Colóquio “Reflexões sobre Educação Patrimonial e Artística – Homenagem a Ernesto Korrodi II”

20160618_100750O auditório do Arquivo Distrital de Leiria acolheu mais um colóquio dedicado à obra do arquiteto Ernesto Korrodi. O encontro teve lugar no passado 18 de junho e contou com a organização do Arquivo Distrital de Leiria e do CEPAE – Centro de Património da Estremadura, cabendo a curadoria de Genoveva Oliveira, autora do projecto de Educação Patrimonial “Rota da Arquitectura Korrodi”. O evento teve o apoio da União de Freguesias de Leiria, Pousos, Barreira e Cortes.

“Reflexões sobre Educação Patrimonial e Artística – Homenagem a Ernesto Korrodi II” deu nome a uma iniciativa que trouxe a debate diversas questões relacionadas com a preservação e educação patrimoniais, servindo o legado de Korrodi de mediador c20160618_122028omum.

Educação artística e patrimonial, preservação e divulgação documentais, avanços e retrocessos do desenvolvimento urbanístico, restauros, intervenções e abandono, papel de entidades públicas e privadas foram alguns do temas em discussão no decorrer da manhã de trabalhos. Os oradores Odete João (professora/deputada), Paula Cândido (Arquivo Distrital de Leiria), Adélio Amaro (CEPAE), Miguel Velloso (Fórum Cidadania Lx), Ana Filipa Pinhal (Arquitecta) contribuíram para a reflexão e debate junto de uma assistência com cerca de 45 participantes. A moderação esteve a cargo de Joaquim Ruivo, director do Mosteiro da Batalha.

20160618_164805A tarde reservou um painel composto por dois arquitectos e um artista plástico. Filipe Oliveira e Joel Correia (arquitectos) dedicaram-se ao estudo do trabalho de Camilo Korrodi em Leiria e na região. Os oradores exibiram imagens fotográficas de obras construídas e de desenhos que fundamentam o espírito de modernidade, experimentação e de evolução do arquitecto. O orador Nuno Vieira, apresentou peças de sua autoria produzidas no atelier SIMALA, revelando o pensamento do artista plástico e professor, num percurso de trabalhos de continuidade, expostos em distintos espaços. O debate, moderado por Genoveva Oliveira, permitiu a reflexão sobre a importância da dimensão humana necessária em todos os aspectos relacionados com a intervenção e valorização patrimoniais.

A jornada terminou com uma visita à mostra do acervo do Ernesto e Camilo Korrodi e Camilo, patente no Arquivo, e com um percurso pedestre pela cidade de Leiria, onde os participantes puderam contemplar in loco algumas das obras apresentadas no Colóquio.

Imagens em: https://www.facebook.com/Centro-do-Patrim%C3%B3nio-da-Estremadura-CEPAE-387541864690515/photos/?tab=album&album_id=969851899792839

Esta notícia foi publicada em 21 de Junho de 2016 e foi arquivada em: Geral.

Comente esta notícia